Notícias UNIPAC

Trabalhador com nível superior ganha 140% a mais

(Matéria extraída do Portal UOL Educação)

 

Com um diploma de nível superior na mão, um trabalhador brasileiro ganha, em média, 140% a mais do que o profissional que parou os estudos no ensino médio. Em um exemplo simples, isso quer dizer que, se um trabalhador com nível médio ganha R$ 1.000, outro com curso superior ganhará R$ 2.400.

A diferença salarial média entre o brasileiro com e sem diploma é a maior entre os 40 países analisados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O estudo só encontrou diferenças salariais acima de 100% na América Latina. Além do Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica e México pagam mais do que o dobro aos seus graduados. Ao analisar o fenômeno, a OCDE destaca que, por aqui, apenas 15% das pessoas entre 25 e 64 anos terminaram a faculdade. É menos do que a metade da média global (37%), e também abaixo do verificado em Argentina, Colômbia e Chile – todos na casa dos 22%.

Para o professor de economia do trabalho da UnB (Universidade de Brasília) Carlos Alberto Ramos, há no Brasil dois movimentos distintos: a valorização do diploma de ensino superior e “uma deterioração do diploma de ensino médio, que cada vez mais vale menos”.

 

Taxa de desemprego é menor

Além dos salários maiores, profissionais com ensino superior têm taxa de desemprego menor – 40% inferior à dos profissionais de nível médio. Embora o levantamento da OCDE leve em conta números de 2015, dados mais atuais mostram cenário similar.

Levantamento realizado pelo jornal Folha de S. Paulo em agosto mostra que a taxa de desemprego entre os profissionais com ensino superior foi de 6,4% no segundo trimestre de 2017. Para aqueles com ensino médio completo, a taxa é de 14,6%.